sábado, 25 de fevereiro de 2006

Brokeback Mountain



Depois de a passada sexta-feira que não ter começado da melhor forma nem decorrido muito normalmente, cumpri o meu objectivo estabelecido anteriormente: fui ao cinema ver o espantosamente ainda não muito polémico "Brokeback Mountain" (se estiverem muito interessados vejam http://www.brokebackmountainmovie.com/splash.html e ficam com uma boa ideia acerca do filme). A minha amiga P. H. Cavaco foi a única companhia, depois da desistência por válidos motivos da minha "rainha". Perguntem-lhe que ela deve ter gostado; foi a segunda vez que o foi ver!! :-P
"Brokeback Mountain" é, na minha opinião, um filme que muito "gentinha" não devia deixar de ver. Por várias razões... Desde os cenários fantásticos do Wyoming e do Texas às interpretações fabulosoas dos actores Jake Gyllenhaal (http://www.jakegyllenhaal.com/) e Heath Ledger (http://www.heathledger.net/), passando pelo argumento, pela coragem dos actores ao desempenharem papéis tão controversos, entre outras coisas, este filme tem, quanto a mim, muita coisa pela qual pode ser considerado o melhor filme de 2005 e arrebatar o Oscar respectivo.
Mas voltemos ao tema central do filme... Sim, eu sei que isto vai provocar muita controvérsia mas, a meu ver, esta não é uma simples história de dois cowboys homossexuais. Trata-se de muito mais que isso! Se em vez de dois homens a história se tivesse passado com um homem e uma mulher, não passaria de mais uma banal historieta de amor, ao jeito do melhor romance shakespeareano ou da melhor tragédia queirosiana, aplaudida por toda a gente.
"Brokeback Mountain" vai mais além. Mostra que na base de um grande amor, seja ele entre dois seres do mesmo sexo ou de sexos diferentes, tem que estar sempre uma grande amizade. Jack e Ennis são, acima de tudo, grandes amigos. Só uma amizade muito grande pode alimentar um amor que dura pelo menos duas décadas. Para saberem mais e avaliarem por vós mesmos, só mesmo dispendendo de cerca de duas horas e meia para verem o filme. Acreditem que vale a pena!
E quando, a meio do filme, começarem a sentir aquela vontade de torcer para que os personagens fiquem juntos, não estranhem... É porque conseguiram abstrair-se do facto de ser um amor entre dois homens e atingiram a moral do filme. Ou então estão muito apaixonados... eh eh eh
Até ao próximo post. Fiquem por aí...

7 comentários:

Crazy disse...

OMG I LOVE THAT MOVIE!!!!

Nuno Reves disse...

Great!! I enjoyed it very much too! :-)

Patrícia disse...

é a segunda vez que me tratas por P.H. Cavaco..... e continuo a sentir que devias estar a testar a "acidez" dos teus post's em vez de os estar a ler com interesse...
qto ao filme, sim gostei bastante e tb torci pelo amor dos dois personagens...
mas gostei do filme principalmente pelo realismo da relação homossexual. Não mostrou apenas facilidades nem passou a mensagem que uma relação homossexual é igual a uma heterossexual. encontrei nesta história o mesmo "tom" de desespero que está bem patente num dos meus livros favoritos "o salto mortal" que também conta a história de um amor no masculino.
Quanto a óscares não sei; mas que é um filme que deveria ser visto por muita gente, lá isso devia.
....
beijocas
Patrícia

Nuno Reves disse...

"...e continuo a sentir que devias estar a testar a "acidez" dos teus post's em vez de os estar a ler com interesse... "

Eu devia estar a testar a "acidez" dos meus post's?! Why do you say that?!!! São assim tão "ácidos"?! O objectivo de um blog é tb ser "ácido" de quando em vez... picar as hostes para o melhor sair de dentro delas... Am I right? ;-)

Qto ao termo P.H. Cavaco... mero cuidado no teu anonimato, linda, nada mais q isso... Mas, pronto, PATRÍCIA HORTA CAVACO, seja feita a tua vontade... eheheh

Mtos bjs e vai sempre comentando q eu gosto... e muito!

Nuno

Patrícia disse...

sorry... eu queria dizer "devia" e não "devias" .... por causa do P.H.... enfim, esquece....

AMS disse...

Eu também adorei o filme. Torci muito para eles ficarem juntos, e não por me ter abstraido de ser um relacionamento homessexual, e sim, por ser uma verdadeira história de amizade e amor. Gosto de histórias de amor, de amizade, gosto de histórias de relações, de afectos. Escusado será dizer que chorei, assumo, sou uma romântica nata :)

PS - Sr Nuno vá ao meu blog que tem lá uma tarefa para fazer ;)

Tethis disse...

...E eu lamento e muuuito (ainda) ñ ter visto ainda por cima com vcs :-(...

Aposto q é um excelente filme, atendendo à opinião dos comments anteriores (de quem eu gosto mto), serem de cinéfilos natos!

A temática é sempre actual considerando que mto boa gente ainda ñ interiorizou a felicidade alheia como uma dádiva ao Mundo.

Todas as pss deviam ver e rever historias que obriguem a olhar de fora para dentro...

Bjs mtos