terça-feira, 18 de abril de 2006

Francisco Adam (13.08.1983 - 16.04.2006)


Sem mais comentários...
Foi assim que o conhecemos através dos "Morangos" e é assim que vamos lembrar-nos dele: sorridente, alegre, jovem...
A vida nem sempre é justa. E desta vez também não foi...

3 comentários:

Patrícia disse...

Eu não sou fã dos "morangos...", mas não posso deixar de me deixar chocada com mais esta morte estúpida. Nem com as outras 9 que ouve nas estradas portuguesas nesta Páscoa.
A melhor forma de os honrar e lamentar é evitar que isto se repita.

Vasco Ribeiro disse...

Foi realmente um duro golpe para nós (em geral), pois de uma forma ou de outra ele entrava todos os dias pelas nossas casas adentro.
É "engraçado" que só nos chocamos quando se trata de uma figura pública, mas e a título de exemplo, se fosse o filho do zé da tasca com 15 anos a sofrer o mesmo, não teria o mesmo impacto. Porquê? É esquisito e não sei explicar porque sinto isso. Terão as figuas públicas esse poder sobre nós? Bem já estou a divagar. O que queria mesmo dizer é que mesmo não gostando do tipo de telenovela açúcarada, penso que se perdeu uma vida muito precocemente e muito provalvelmente cheia de sonhos.
Um grande Abraço.
P.s - Concordo com a Patrícia.

Anónimo disse...

parecia mentira no dia en k me dixerm nao keria acreditar sekr.apenas consigo dixer k sinto mt a falta dele.pk e k a vida e tao injxt com nosco. foi o pior momento da minha vida..............dwt pa sempre francisco.......xiko.....dwt espero k estejas melhor do k eu. e k nos encontremos em breve.gmdt!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ass:klaufi