domingo, 16 de abril de 2006

Racismo?! Não, obrigado!


Recebi um e-mail com esta história e deixo-a aqui, embora deva ser já conhecida por muitos de vós, para que a comentem, caso seja essa a vossa vontade.

A seguinte cena aconteceu durante um vôo da British Airways entre Johannesburgo (África do Sul) e Londres.

Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar na classe económica e viu que estava ao lado de um passageiro negro. Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.

"Qual o problema, senhora"?, perguntou a comissária.
"Não está vendo? - respondeu a senhora - "vocês colocaram-me ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Você precisa me dar outra cadeira".
"Por favor, acalme-se - disse a aeromoça - "infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível".

A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.

"Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre na classe económica. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar nem mesmo na classe económica. Temos apenas um lugar na primeira classe".

E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua:

"Veja, é incomum que a nossa companhia permita a um passageiro da classe económica se sentar na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável".

E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:

"Portanto, senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe..."

E todos os passageiros próximos, que, estupefatos, assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns de pé.

Se você é contra o racismo, envie esta mensagens aos seus amigos, mas não a apague sem ter mandado pelo menos a uma pessoa."

"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons." Martin Luther King
Seja verdadeira ou pura ficção, gostei desta história! É a chamada "chapada de luva branca" que eu tanto aprecio. Nada como olhar de soslaio para quem nos ofende e dar a bendita "chapadinha".

2 comentários:

Jonice disse...

Sensacional!

Jú disse...

Sim senhor apoiado!! Essa mulher merecia era ir porta fora do avião.. lol Agora falando a sério acho completamente uma atitude de enegrumno (eu fui ver como isto se escrevia e apanhei um susto LOL) hoje em dia ainda haver alguém com atitudes racistas. Não é a cor da pele que dita a pessoa que se é.. Enfim há muita gente parva no mundo. Bjinho nuno*