quarta-feira, 30 de junho de 2010

To be or not to be... Coerente?!

Hoje apetece-me falar um bocadinho sobre coerência... Eu sei que o tema é estranho mas hoje apetece-me, pelas mais diversas razões! =)
Por definição, mais ou menos lata, "a coerência aborda a relação lógica entre ideias, situações ou acontecimentos, apoiando-se, por vezes, em mecanismos formais, de natureza gramatical ou lexical, e no conhecimento compartilhado entre os usuários da Língua".
Ora a coerência manifesta-se, de acordo com a definição acima, numa relação LÓGICA entre dois parâmetros, sejam eles quais forem, sempre que se relacionem no sentido causa/efeito, a meu ver. Por exemplo: se eu aviso alguém que está a chover, faz todo o sentido levar um guarda-chuva quando sair de casa. Certo? Outro exemplo: faz todo o sentido, quando digo que vou à praia, que leve uma roupa leve e/ou os devidos acessórios. Certo?
Ora quando dizemos algo ou tomamos alguma atitude não devemos estar à espera das respectivas consequências, sejam elas mais ou menos positivas?! Eu acho que sim e desculpem-me se estiver a ver a coisa de forma errada. É que, para mim, a falta de coerência, é o início da falta de respeito e do desinteresse pelas pessoas. O meu primeiro pensamento é logo "olha, mais um maluco!"
Dou-vos um exemplo da minha vida. Há uns anos não achei bem o que determinada pessoa me fez e, como diria uma amiga minha, "xisei-a"!! Que é como quem diz, passei uma cruz por cima! Jurei a mim mesmo, e a quem me quis ouvir, que essa pessoa não voltaria a estar presente em nada que fosse eu a organizar. E dura até hoje! Acho que estou apenas a ser coerente com a minha opinião de há anos e para cuja alteração ainda não me foram dados motivos.
Para mim, isto é coerência, meus amigos. É por parâmetros deste nível que tento conduzir a minha vida, para o bem ou para o mal. Também mudo de opinião, é um facto. Não o faço é facil e repentinamente, apesar da volatilidade de sentimentos sobejamente conhecida dos Geminianos. Quando gosto, gosto mesmo; mas quando não gosto... =P
É por isso que continuo sem entender algumas situações que se me vão deparando diariamente e com as quais não sei lidar da melhor forma. "Pura falta de coerência" é logo o que me vem à ideia.
Deixo-vos um conselho e, ao mesmo tempo, um pedido: sejam coerentes com o que dizem ou fazem. Não digam A e não vão a correr praticar B. Acima de tudo, fica mal! Para quem faz... e para quem vê. =D
Isto foi só um desabafo, espero que voltem para ler algo mais "sumarento".
B&A

2 comentários:

Patrícia disse...

Olá olá
Pois é, amigo, a falta de coerencia é uma chatice. E acontece tanto.
Mas a verdade é que às vezes não é fácil ser 100% coerente. Geralmente tem a ver com coração vs razão. Mas há que lutar contra isso definitivamente.
Quanto a mim peço aos meus amigos desculpa por nem sempre ser coerente, que sei bem que não sou... Mas tento.
beijinhos migo

Ursinho de peluche disse...

É chato quando assim é. Mas somos todos humanos e a maioria das vezes erramos. Pena é pensar que não erramos.
Mas dou-te razão. Infelizmente perde-se muitas pessoas por esse simples factor.